MENU

Oposicionistas iniciam 'ataque final' contra presidente na Costa do Marfim

Oposicionistas iniciam 'ataque final' contra presidente na Costa do Marfim

Atualizado: Segunda-feira, 4 Abril de 2011 as 3:37

Armados e confiantes, centenas de soldados fiéis a Alassane Ouattara iniciaram uma nova tentativa de remover Laurent Gbagbo de seu reduto em Abidjan, na Costa do Marfim, nesta segunda-feira (4).

Um comboio formado por dezenas de veículos com tropas pró-Ouattara armadas com metralhadoras invadiram a principal cidade marfinense pelo norte, no que chamaram de "ataque final", de acordo com uma testemunha. Tiros e algumas explosões foram ouvidos minutos após eles terem atravessado os limites da cidade.

O comandante das forças pró-Ouattara, Issiaka 'Wattao' Ouattara, disse à Reuters que tinha 4 mil homens ao seu lado, e mais 5 mil já posicionados dentro da cidade.

Perguntado quanto tempo ele precisaria para tomar Abidjan, Wattao disse: 'Sabemos quando começa, mas pode levar até 48 horas para limpar a cidade.'

Gbagbo recusou-se a entregar o poder após ter sido derrotado nas eleições de 28 novembro do ano passado, segundo dados da ONU. Gbagbo rejeita os resultados e acusou a ONU de ser parcial. A disputa que acontece desde então tornou-se uma continuidade da guerra civil de 2002/2003.

Após tomar o controle de maior parte do país, as forças pró-Ouattara encontraram resistência em Abidjan, onde as tropas de Gbagbo estão concentradas ao redor do palácio presidencial, da residência de Gbagbo e da TV estatal.      

veja também