MENU

Otan reconhece perda de helicóptero não tripulado na Líbia

Otan reconhece perda de helicóptero não tripulado na Líbia

Atualizado: Terça-feira, 21 Junho de 2011 as 8:45

A Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) reconheceu nesta terça-feira a perda de um helicóptero não tripulado que executava uma missão de vigilância na Líbia, mas negou que um de seus helicópteros de ataque tenha sido derrubado.

O centro de comando da Aliança em Nápoles, na Itália, perdeu contato com o helicóptero às 7H20 GMT (4H20 de Brasília), informa em um comunicado o porta-voz da Otan, Mike Bracken.

"O helicóptero não tripulado estava efetuando tarefas de vigilância e reconhecimento sobre a Líbia para observar as forças pró [ditador líbio, Muammar] Gaddafi que ameaçam a população civil. Estamos investigando o motivo do incidente", afirma a nota.

O comunicado nega, contudo, relato do regime líbio de que um helicóptero de combate foi derrubado pelas forças de Gaddafi durante a operação Protetor Unificado.

A aliança começou a utilizar nas últimas semanas helicópteros de combate concedidos por França e Reino Unido para intensificar suas operações contra o regime de Gaddafi.

As primeiras operações com os Apaches britânicos e os Gazelle franceses foram realizadas no começo de junho, com ataques sobre radares e postos de controle das forças de Gaddafi.

Até então, os bombardeios da coalizão eram realizados por caças, que operam em uma altura maior e, portanto, com risco muito menor de serem derrubados pelas forças inimigas.

veja também