MENU

Paquistão fecha todas as escolas do país por medo de ataques

Paquistão fecha todas as escolas do país por medo de ataques

Atualizado: Quarta-feira, 21 Outubro de 2009 as 12

O Paquistão fechou nesta quarta, 21, todas as suas escolas, temendo novos ataques, após dois atentados suicidas na véspera na universidade islâmica de Islamabad.

Milhões de estudantes não terão aulas esta semana, pois o governo federal, as regiões, as associações de escolas particulares e militares anunciaram que fecharão todos os estabelecimentos.

Atiqur Rehman, porta-voz do ministério da Educação, fez o anúncio:

''Decidimos o fechamento dos estabelecimentos do governo federal em razão das ameaças recebidas nos últimos dias''.

''Os quatro governos da Província tomaram a mesma decisão. Quase todas as escolas do país estão fechadas. vamos continuar avaliando a situação e esperamos uma reabertura nesta segunda-feira, acrescentou''.

Longo prazo

O ministério do Interior informou que as autoridades discutiram antes de adotarem as medidas para garantir a segurança a longo prazo dos estabelecimentos escolares.

Muhammad Irfan, pai de uma criança de cinco anos, se diz aliviado com a medida:

''Vivemos sob uma ameaça constante. A educação de nossas crianças está sofrendo. Se eles podem atacar a universidade islâmica, eles podem atacar qualquer outra''.

''Não sabemos o que fazer. Não queremos sacrificar nossas crianças, mas também não podemos deixá-las por muito tempo em casa''.

O atentado contra a universidade internacional islâmica foi um dos setes maiores ataques dos últimos 15 dias no Paquistão, que deixaram 185 mortos no total.

Cinco pessoas e dois homens-bomba morreram nos dois ataques quase simultâneos na universidade.

veja também