MENU

Para aplacar oposição, presidente russo promete reforma política

Para aplacar oposição, presidente russo promete reforma política

Atualizado: Quinta-feira, 22 Dezembro de 2011 as 9:46

O presidente russo, Dmitry Medvedev, pediu nesta quinta-feira (22) uma reforma abrangente do sistema político da Rússia , numa tentativa de apaziguar os manifestantes que promoveram os maiores protestos no país desde que Vladimir Putin, atual primeiro-ministro, ascendeu ao poder 12 anos atrás.

No pronunciamento a ambas as Casas do Parlamento sobre o estado da nação, Medvedev disse querer restabelecer as eleições para governadores, atualmente indicados pelo governo central, que procura manter um forte controle sobre as regiões do país.

"Hoje, em apoio à iniciativa de nosso primeiro-ministro Vladimir Vladimirovich Putin, proponho uma reforma abrangente de nossos sistema político", disse Medvedev. "Quero dizer que ouvi aqueles que falam sobre a necessidade de mudança e os compreendo. Nós precisamos dar a todos os cidadãos ativos a oportunidade legal de participar da vida política."

Dmitri Medvedev chega ao Kremlin nesta quinta (22) para discurso (Foto: Reuters) A iniciativa é uma tentativa de conter a pressão por mudança por parte de dezenas de milhares de manifestantes que vêm saindo às ruas desde a eleição de 4 de dezembro, que eles dizem ter sido fraudada, mas Medvedev ignorou a principal exigência deles: a realização de uma nova eleição.

As palavras de Medvedev devem ter pouco impacto sobre a oposição, já que ele está para deixar o poder e Putin pretende candidatar-se novamente à presidência no ano que vem. Críticos observam que Medvedev não cumpriu muitas de suas promessas desde que foi alçado à presidência com o apoio de Putin, em 2008.

No discurso, Medvedev defendeu a simplificação do processo de registro de partidos, para permitir a formação de novas legendas, e propôs a criação de uma TV pública que seja independente do Estado, entre outras medidas.      

veja também