MENU

Mundo

Pelo menos 20 pessoas morreram e 9 estão desaparecidas

Número de afetados pelas fortes chuvas passa de 400 mil

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:11

Cerca de 400 mil pessoas receberam a ordem ou o conselho de abandonar suas casas neste sábado (14) no sudoeste do Japão, no terceiro dia consecutivo de chuvas torrenciais, segundo o governo e a imprensa.
A Agência Meteorológica Japonesa advertiu que podem ocorrer mais deslizamentos e inundações na ilha de Kyishu (sul), onde neste sábado ocorreram chuvas de até 110 milímetros por hora.

As autoridades ordenaram a retirada de cerca de 260 mil pessoas na parte norte da ilha, onde vários rios transbordaram, segundo a imprensa local. Os afetados se refugiaram em escolas e em outros edifícios públicos.

Outras 140 mil pessoas receberam o conselho de abandonar suas casas para evitar um possível desastre, segundo funcionários nas quatro prefeituras de Kyishu afetadas.

As imagens de televisão mostravam torrentes de lama, água cheia de destroços e casas inundadas.

O balanço de mortos era, até o momento, de 20 pessoas. Outras nove pessoas estavam desaparecidas.

Devido às chuvas, a agência meteorológica mantém alerta máximo em sete províncias do sul do Japão (Fukuoka, Oita, Saga, Kumamoto, Nagasaki, Hiroshima e Yamaguchi), além de alerta amarelo em mais de 30 das regiões sul, centro e norte do país.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições