MENU

Piloto que ‘surtou’ em voo nos EUA estava em pânico, dizem autoridades

Piloto que ‘surtou’ em voo nos EUA estava em pânico

Atualizado: Quarta-feira, 28 Março de 2012 as 8:30

Um voo da companhia aérea JetBlue, que seguia de Nova York para Las Vegas, Nevada, nos Estados Unidos, foi desviado para o Texas nesta terça-feira (27) por causa de uma emergência médica envolvendo o piloto do Airbus A 320. A polícia disse que o FBI está investigando o incidente, mas passageiros informaram que o comandante “surtou” e foi trancado fora da cabine pelo copiloto.


As autoridades americanas sugerem que o homem sofreu uma síndrome de pânico. Pilotos dizem que foi estresse por excesso de trabalho.


O voo 191, com 135 passageiros a bordo, tinha três horas e meia no ar depois de ter decolado do aeroporto John F. Kennedy (JFK) quando o piloto no comando da aeronave decidiu desviar para Amarillo devido a “uma situação médica envolvendo o comandante”, afirmou a JetBlue em comunicado.


Uma passageira que estava no voo gravou imagens do momento em que os passageiros do voo controlaram o piloto, que durante a crise nervosa falava que todos iam morrer, que afegãos e iraquianos estavam ameaçando o voo, falava de Israel, de destruição. Nada tinha sentido. As imagens, no entanto, estão proibidas para a internet.

Os passageiros conseguiram dominar o piloto e, em seguida, um outro capitão - que por sorte estava viajando de folga nesse voo - entrou na cabine para ajudar o copiloto a fazer um pouso de emergência na cidade de Amarillo, no Texas.


“Outro capitão, viajando de folga, ajudou na aterrissagem e assumiu as responsabilidades de membro da tripulação em solo”, acrescentou a nota da companhia aérea.
A JetBlue disse que o piloto, cuja identidade foi mantida em sigilo, foi levado para uma clínica médica.

veja também