MENU

Polícia busca corpos ao redor de usina e imperador japonês visita abrigo

Polícia busca corpos ao redor de usina e imperador japonês visita abrigo

Atualizado: Quinta-feira, 14 Abril de 2011 as 11:21

Uma diminuição dos níveis da radioatividade na atmosfera permitiu que a polícia japonesa iniciasse a busca por corpos de vítimas do tsunami de 11 de março no Japão na região dentro do raio de 10 km ao redor da usina nuclear danificada de Fukushima.   Vestidos com as roupas brancas de proteção contra radiação, policiais entraram na área devastada ao redor da planta onde esperam resgatar ao menos 1 mil corpos, disse um policial que se identificou apenas como Sato.

"Temos que trabalhar com muito cuidado para não rasgar nossa roupas e nos contaminar com radiação nos restos de metal e pedaços de concreto espalhados por toda parte na zona", disse o policial.

O imperador Akihito e a imperatriz Michiko durante visita a centro de desabrigados pelo tsunami em Asahi, no Japão (Foto: Kyodo News / AP)

  Nesta quinta-feira (14), o imperador japonês Akihito e sua esposa Michiko visitaram pela primeira vez a região nordeste do país, mais devastada pelo terremoto e tsunami que atingiu o Japão em 11 de março.

Os dois visitaram centros comunitários que abrigam desabrigados na cidade de Asahi, a 86 km de Tóquio, e se ajoelharam em esteiras para conversar com os afetados pelo tsunami. Muitos choraram.

Asahi foi uma dos locais mais afetados pelo tsunami, que já deixou mais de 26 mil mortos no país e sofre com a crise nuclear provocada pelas usinas afetadas.

Foto divulgada nesta quinta (14) pela administradora da usina mostra como está a planta na cidade de Okuma, na província de Fukushima (Foto: okyo Electric Power Co. / AP)        

veja também