MENU

Polícia francesa ouve jornalista que acusou Strauss-Kahn de crime

Polícia francesa ouve jornalista que acusou Strauss-Kahn de crime

Atualizado: Segunda-feira, 11 Julho de 2011 as 2:11

A polícia da França interrogou nesta segunda-feira (11) a jornalista e escritora francesa que acusou o ex-chefe do FMI Dominique Strauss-Kahn de tentativa de estupro em 2003, disseram o advogado da suposta vítima e fontes judiciais.

O depoimento de Tristane Banon, de 32 anos, foi a primeira medida concreta em um inquérito preliminar iniciado depois que a escritora apresentou uma queixa na semana passada contra Strauss-Kahn.

A acusação formal de Banon aconteceu após a prisão de Strauss-Kahn em meados de maio em Nova York, onde ele enfrenta acusações de tentativa de estupro contra uma camareira de hotel na cidade.

A jornalista e escritora Tristane Banon deixa o escritório do seu

advogado nesta terça-feira (5) em Paris (Foto: Reuters)

  O incidente encerrou a carreira de Strauss-Kahn no FMI abruptamente e aparentemente acabou com suas esperanças de ser presidente de seu país. O caso de Banon aumentou ainda mais as dificuldades para a investida política dele.     Banon apresentou a queixa na semana passada por um incidente que, segundo ela, ocorreu em 2003, quando ela foi realizar uma entrevista com o ex-ministro das Finanças francês em um apartamento em Paris, quando tinha 20 e poucos anos.

Os advogados de Strauss-Kahn disseram na semana passada que ele apresentaria uma segunda queixa em resposta à de Banon, acusando-a de difamação.          

veja também