MENU

Política de Israel para Jerusalém não vai ser alterada, afirma premiê

Política de Israel para Jerusalém não vai ser alterada, afirma premiê

Atualizado: Sexta-feira, 26 Março de 2010 as 12

A política de Israel a respeito de Jerusalém não será alterada, afirmou nesta sexta-feira, dia 26, o gabinete do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, um dia depois de ele ter voltado de conversações em Washington.

"A posição do primeiro-ministro é que não há nenhuma alteração na política de Israel sobre Jerusalém, que é a aplicada por todos os governos israelenses em 42 anos", afirma um comunicado oficial.

A nota destaca que o primeiro-ministro abordará nesta sexta-feira com o gabinete de segurança "uma série de temas com base nos contatos que manteve nos Estados Unidos, com o objetivo de reativar as conversações de paz com os palestinos".

Netanyahu retornou na quinta-feira à noite a Israel após uma visita aos Estados Unidos que não conseguiu solucionar a crise com o governo de Barack Obama, além de ter deixado no ar as dúvidas sobre a retomada do diálogo israelense-palestino.

Diante da pressão dos Estados Unidos, Israel anunciou em novembro uma moratória limitada e temporária, de 10 meses, para construções na Cisjordânia ocupada.

Mas a decisão não afeta Jerusalém Oriental, onde Israel tem a intenção de prosseguir com as construções de casa para a população judaica.

A colonização, em particular em Jerusalém Oriental anexada, é atualmente o principal obstáculo para reativar o processo de paz no Oriente Médio.

veja também