MENU

Porta-voz de órgão estatal ligado à segurança escapa de atentado

Porta-voz de órgão estatal ligado à segurança escapa de atentado

Atualizado: Quarta-feira, 28 Julho de 2010 as 4:15

Uma porta-voz vinculada à Secretaria de Segurança Pública do estado mexicano de Sinaloa, noroeste do país, saiu ilesa nesta terça-feira de um atentado a tiros que deixou um civil ferido.

De acordo com as primeiras informações dos investigadores, Emma Quiroz Acuña trafegava em sua caminhonete pelo centro de Culiacán, capital estadual, quando pistoleiros em um automóvel dispararam contra o veículo.

Quiroz é porta-voz da Estratégia Conjunta Culiacán-Novato, que faz parte de uma ação coordenada entre o governo de Sinaloa e as autoridades federais contra o crime organizado e a violência.

O ataque foi respondido pela escolta da funcionária, sendo que uma das balas acabou ferindo um pintor que trabalhava na reforma de uma construção próxima ao lugar da ocorrência. Os agentes encontraram no local 43 cartuchos de calibre 7.62, para fuzis AK-47.

De acordo com informações da imprensa local, o antecessor da funcionária no cargo, Óscar Rivera Inzunza, morreu em setembro de 2007 em condições similares. Ele foi assassinado a poucos metros do Palácio de Governo, minutos depois de sair do escritório em uma caminhonete oficial.

Sinaloa é um dos estados mexicanos onde o narcotráfico é fortemente presente. Desde que o atual mandatário do país, Felipe Calderón, assumiu o governo em 2006 e determinou a militarização do combate ao crime, ao menos 25 mil pessoas morreram devido a esta luta.

Além disso, em 23 de dezembro do ano passado um dos integrantes da escolta de Quiroz, Cristian Iván Díaz Rojas, que trabalhava para a Polícia Federal Preventiva, foi encontrado morto a tiros.

veja também