MENU

Prédio bombardeado na Síria abrigava reator nuclear, diz agência

Prédio bombardeado na Síria abrigava reator nuclear, diz agência

Atualizado: Terça-feira, 24 Maio de 2011 as 2:01

Uma instalação na Síria que foi bombardeada por Israel em 2007 era “muito provavelmente” um reator nuclear que deveria ter sido informado pelo país, disse em comunicado nesta terça-feira (24) a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), o que pode levar Damasco ao Conselho de Segurança da ONU.

O relatório confidencial da AIEA lançou novo peso às suspeitas ocidentais de que a Síria estava construindo secretamente um reator no local no deserto de Alzour Dair.

O documento foi obtido pela agência de notícias Reuters nesta terça, um dia depois de a União Europeia impor sanções ao presidente Bashar al-Assad e outras autoridades do país aumentando a pressão ao governo para encerrar semanas de violenta repressão aos protestos antigoverno.

Segundo ativistas sírios, mais de 1 mil civis já foram mortos em confrontos contra forças leais ao presidente.

“Baseado em toda a informação disponível e as avaliações técnicas feitas pela agência, é muito provável que o prédio destruído em Dair Alzour era um reator nuclear que deveria ter sido declarado à AIEA”, diz o comunicado.      

veja também