MENU

Prefeito Gilberto Kassab visita presidente e ministro libaneses

Prefeito Gilberto Kassab visita presidente e ministro libaneses

Atualizado: Quarta-feira, 4 Março de 2009 as 12

No segundo dia da visita oficial do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, ao Líbano, a comitiva brasileira teve audiências em Beirute com o presidente do país, general Michel Suleiman, com o presidente do Conselho de Ministros, Fouad Siniora, e visitou a União das Câmaras Árabes de Comércio. Nos três encontros, a pauta foi o aprimoramento das relações culturais e comerciais entre os dois países. 

Na visita ao presidente libanês, que ocorreu no Palácio de Baabda, o prefeito Gilberto Kassab destacou a sólida situação econômica de Brasil e Líbano que, apesar da crise internacional, favorece o estabelecimento de acordos comerciais. 

O presidente Suleiman ressaltou o apoio do Brasil às ações em favor da paz no Oriente Médio e disse que tem esperanças de que o relacionamento entre os dois países e com São Paulo se estreitará cada vez mais em virtude das fortes afinidades culturais que unem os dois povos. 

No encontro com o presidente do Conselho de Ministros, no Grand Sérail, sede do governo libanês, o prefeito Gilberto Kassab revelou o interesse da Prefeitura de São Paulo em conhecer detalhes do projeto de restauração do Solidare, região do centro de Beirute que foi destruída pelas guerras que se estenderam durante as décadas de 70 e 80 do século passado e é considerada modelo internacional para recuperação de áreas degradadas. O prefeito Kassab pretende aplicar algumas propostas na reabilitação de áreas como a Nova Luz. 

Siniora reforçou o interesse do país na ampliação dos acordos de cooperação e disse que trabalha para o estabelecimento de uma linha aérea, com pelo menos dois vôos semanais, ligando São Paulo e Beirute. Hoje não existe conexão direta entre os países. 

Na União das Câmaras Árabes de Comércio, o prefeito Gilberto Kassab foi recebido pelo empresário Adnan Kassar e falou para uma platéia de empresários libaneses e brasileiros. O prefeito disse que o Líbano é a porta de entrada de São Paulo e do Brasil para o Oriente Médio e, ao estreitar o relacionamento com o Líbano, espera atrair também investidores dos demais países da região. O empresário Adnan Kassar afirmou que a estabilidade política e econômica existente no Brasil e no Líbano é o fator principal para que as economias de ambos continuem crescentes e favoreçam a abertura de novos mercados. 

Acompanharam o prefeito Gilberto Kassab nas audiências com as autoridades do governo libanês o embaixador do Brasil no Líbano, Eduardo Ibiapina de Seixas; os secretários municipais Alfredo Cotait, de Relações Internacionais; Antonio Carlos Malufe, de Relações Institucionais; Carlos Augusto Calil, da Cultura; Alexandre de Moraes, que acumula as pastas de Transportes e Serviços; Miguel Bucalem, de Desenvolvimento Urbano; e o vereador Roberto Trípoli, representando a Câmara Municipal de São Paulo. No encontro na União das Câmaras Árabes a comitiva foi composta também por empresários.

veja também