MENU

Premier japonês Hatoyama renuncia

Premier japonês Hatoyama renuncia

Atualizado: Quarta-feira, 2 Junho de 2010 as 7:43

O primeiro-ministro japonês, Yukio Hatoyama, anunciou oficialmente nesta quarta-feira sua demissão, menos de nove meses após chegar ao poder.

O atual vice-premier e ministro das Finanças, Naoto Kan, aparece como o melhor nome para suceder Hatoyama, segundo a imprensa local.

Em uma reunião com os principais dirigentes do Partido Democrata do Japão (PDJ), Hatoyama, 63 anos, também pediu a demissão do secretário-geral dos democratas, Ichiro Ozawa.

''Peço demissão e convido Ozawa a se demitir também'', declarou.

''O trabalho do governo não foi compreendido pelo público. Perdemos sua confiança'', disse Hatoyama.

Hatoyama sofria cada vez mais pressão dos democratas, após sua popularidade cair abaixo de 20%.

O premier era muito criticado por sua gestão desastrosa na questão da base americana de Futenma, na ilha de Okinawa, e pelo escândalo envolvendo financiamentos ocultos.

Vários responsáveis do Partido Democrata do Japão (centro esquerda) exigiam a saída de Hatoyama para preservar as chances da maioria nas eleições ao Senado de 11 de julho.

Segundo a agência Jiji Press, o Partido Democrata deve se reunir na sexta-feira para eleger seu novo presidente, que será apresentado em seguida à apreciação do Parlamento.

Hatoyama venceu as eleições legislativas de agosto passado e foi designado premier em 16 de setembro.

Dono de uma aprovação de 70% no início do mandato, Hotoyama perdeu rapidamente o apoio da população, devido principalmente a sua falta de decisão.

A questão de Futenma foi o tiro de misericórdia na gestão de Hotoyama, que apenas deslocou a base aérea americana do centro urbano no sul da Okinawa para a baía de Henoko, mais ao norte.

veja também