MENU

Presidente da França é acusado de espionar jornalistas

Presidente da França é acusado de espionar jornalistas

Atualizado: Sexta-feira, 5 Novembro de 2010 as 9:30

Um novo escândalo está batendo às portas do presidente da França, Nicolas Sarkozy. Ele agora é suspeito de espionar jornalistas, segundo acusação do jornal Le Canard Enchainé, que tem como base fontes do serviço secreto. Segundo o diário, o presidente supervisionaria um gabinete do serviço de inteligência, que monitoraria contatos telefônicos de repórteres com suas fontes. Os jornalistas espionados estariam envolvidos em apurações sobre as suspeitas de corrupção e ilegalidades no governo.

O caso foi revelado nesta semana. Segundo a investigação do jornal, um grupo de agentes da Divisão Central de Informação Interior (DCRI) estaria rastreando as contas telefônicas de jornalistas para localizar suas fontes. O esquema contaria com a colaboração das telefônicas.

"Assim que um jornalista começa uma investigação embaraçosa para o presidente ou para seus próximos, Sarkozy pede a Bernard Squarcini (diretor da DCRI) que descubra quem é o ousado", disse anonimamente ao Canard Enchainé um informante do serviço secreto.

Questionado no dia 29 sobre os crimes, Sarkozy afirmara: "Não vejo em que isso possa concernir o chefe de Estado." Coincidência ou não, três jornalistas do jornal Le Monde, da revista Le Point e do site Mediapart que trabalhavam em investigações sobre o governo tiveram seus microcomputadores roubados nas últimas semanas.

veja também