MENU

Presidente do Equador e jornal apelam contra decisão judicial

Presidente do Equador e jornal apelam contra decisão judicial

Atualizado: Sábado, 23 Julho de 2011 as 9:30

Os advogados do presidente do Equador , Rafael Correa, e do diário "El Universo", apresentaram na sexta-feira (22) seus recursos de apelação da decisão do juiz que condenou três diretores e um ex-editor do periódico a três anos de prisão e a pagar uma indenização de US$ 40 milhões ao líder .

A apelação apresentada por Alembert e Gutemberg Vera, advogados de Correa, considera que a quantia não é suficiente, já que "deve se considerar que o dano causado a Correa é irreparável, pois o editorial ficará nos anais da história, nas bibliotecas do país e do mundo e constará na internet permanentemente".

A decisão de primeira instância condena o diretor do jornal, César Pérez, os subdiretores Carlos e Nicolás Pérez, e o ex-editor de opinião Emilio Palacio, por um artigo escrito por este, no dia 6 de fevereiro, em que o presidente é chamado de "ditador".

Já os advogados da companhia do diário "El Universo", o de maior circulação no país, apresentaram um recurso de apelação da sentença e outro de nulidade do processo, porque, segundo eles, não se pode processar uma pessoa jurídica, ou seja, uma empresa, e afirmam que a decisão é incompleta porque fixa a multa mas não a responsabilidade penal da companhia.

O subdiretor do periódico, César Pérez, ressaltou nesta sexta-feira que nem os diretores nem o diário têm os US$ 40 milhões exigidos como indenização a Correa.  

veja também