MENU

Presidente do Sudão irá falar na independência do Sudão do Sul

Presidente do Sudão irá falar na independência do Sudão do Sul

Atualizado: Segunda-feira, 4 Julho de 2011 as 2:19

O presidente do Sudão irá falar na cerimônia de independência do Sudão do Sul no próximo final de semana, segundo informaram oficiais, dias após ter afirmado que continuaria com a ofensiva militar na região da fronteira entre os dois países.

Omar al-Bashir, presidente do Sudão, apoiou o referendo que abriu o caminho para que o sul -- rico em petróleo -- proclame sua independência e se torne o mais novo país.

No entanto, as tensões recentes na região de Abyei, no Estado do Cordofão do Sul, trouxeram temores de que a secessão fosse violenta.

O governo do sul disse que 30 chefes de Estado, incluindo al-Bashir, irão à Juba no final de semana para as celebrações. O ministro britânico das Relações Exteriores, William Hague, e o secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, também são esperados para a cerimônia.

Várias questões ainda permanecem sem solução, incluindo os direitos sobre o petróleo e a divisão dos recursos. Ao sul, falta infraestrutura e serviços básicos e, além de depender de ajuda, sofre com as enchentes decorrentes da estação chuvosa que dura cinco meses.

Apesar de ser rico em reservas de petróleo, o sul não possui refinarias e os oleodutos que vão até o mar Vermelho passam pelo território do Sudão -- no norte.

No dia 22 de junho, al-Bashir disse que bloquearia o acesso do sul aos oleodutos se um acordo sobre a divisão dos recursos provenientes do petróleo não fosse assinado.

Representantes dos dois lados passaram semanas em negociação na capital da Etiópia.

veja também