MENU

Pressionado por oposição, premiê do governo interino do Egito renuncia

Pressionado por oposição, premiê do governo interino do Egito renuncia

Atualizado: Quinta-feira, 3 Março de 2011 as 11:20

O primeiro-ministro do Egito, Ahmed Shafiq, renunciou nesta quinta-feira (3), depois de sofrer pressão de ativistas pró-democracia, que exigiam o expurgo da "velha guarda" do ex-presidente Hosni Mubarak.  

O Conselho Militar que governa o país interinamente desde a queda do ditador Mubarak informou em um comunicado, colocado em sua página no Facebook, ter aceitado o pedido de demissão de Shafiq e designado um ex-ministro dos Transportes, Essam Sharaf, para o cargo de primeiro-ministro.  

  Mubarak havia nomeado Shafiq para o cargo de premiê dias antes de renunciar, em 11 de fevereiro, depois de 18 dias de manifestações populares contra seu governo, as quais tiveram repercussão em todo o Oriente Médio.

A Irmandade Muçulmana e outros grupos políticos estavam pedindo a saída de Shafiq e de seu gabinete, já que postos-chave como os de ministro da Justiça, Defesa e Relações Exteriores eram ocupados por pessoas nomeadas por Mubarak.

Sharaf foi ministro dos Transportes de 2004 a 2006, mas depois voltou a ser professor na Universidade do Cairo. Ele agora tem a incumbência de formar novo gabinete de governo.    

veja também