MENU

Protestos no Ramadã mataram quase 500 na Síria, dizem ativistas

Protestos no Ramadã mataram quase 500 na Síria, dizem ativistas

Atualizado: Quarta-feira, 31 Agosto de 2011 as 3:44

O Observatório Sírio de Direitos Humanos informou que 473 pessoas morreram nas manifestações realizadas durante o mês sagrado do Ramadã que terminou na segunda-feira na Síria .

O balanço de mortos diz respeito à morte de 360 civis e 113 membros das forças de segurança e do exécito sírio, explicou a organização.

Pelo menos 2.200 pessoas, em sua maioria civis, morreram desde o início das manifestações contra o governo de Bashar al Assad, segundo a ONU.

A província de Homs era cenário nesta quarta-feira de operações das forças de segurança e do exército, que prenderam 16 pessoas, informou ainda o OSDH.              

veja também