MENU

Queda de avião na Venezuela teve 15 mortos e 36 sobreviventes

Queda de avião na Venezuela teve 15 mortos e 36 sobreviventes

Atualizado: Terça-feira, 14 Setembro de 2010 as 8:54

O acidente aéreo desta segunda-feira (13) na Venezuela teve 15 mortos e 36 sobreviventes, informaram as autoridades, destacando que o boletim é definitivo.

O avião, da companhia aérea estatal venezuelana Conviasa, transportava 51 pessoas quando caiu, por causas ainda desconhecidas, no estado de Bolívar, no sudeste da Venezuela.

"No total, temos 36 sobreviventes e 15 mortos. Estas pessoas que sobreviveram estão sendo atendidas e contam com todo o apoio do governo", declarou o ministro dos Transportes e Comunicações, Francisco Garcés.

Segundo o ministro, a maior parte dos feridos sofreu traumatismos e queimaduras, mas não corre risco de vida.

"Hoje ocorreu isto aqui na Venezuela, apesar da segurança que mantemos nas linhas aéreas, mas podemos dizer, com alegria, que temos 36 sobreviventes", acrescentou Garcés.

O governador do estado de Bolívar, Francisco Rangel Gómez, disse que alguns feridos, em estado mais grave, podem ser levados à capital, Caracas. Havia quatro tripulantes e 47 passageiros a bordo. Inicialmente, havia sido informado um total de 47 pessoas na aeronave. O acidente

O avião ATR-42 de fabricação francesa pertencia à empresa estatal Conviasa e fazia uma rota doméstica entre  Porlamar, na turística Isla de Margarita, e Ciudad Guayana. Inicialmente, as autoridades haviam dito que o avião partia de Ciudad Guayana.

O acidente ocorreu a pouco mais de 9 quilômetros de Puerto Ordaz, que faz parte de Ciudad Gayana e  fica a 730 km a sudeste da capital, Caracas.

O avião caiu próximo à entrada das instalações da Siderúrgica del Orinoco (Sidor). Ele ficou bastante danificado, praticamente partido em dois.

Apesar de ter caído numa área movimentada, ele não deixou vítimas em terra, segundo o governador, porque caiu em uma área usada como depósito de materiais usados. O governador explicou que o acidente aconteceu depois que o avião registrou uma "perda de controle", que chegou a ser notificada à torre pelo piloto.

"Infelizmente, há mortos, mas (...) ao observar o estado em que ficou o avião, acho que tivemos sorte", explicou o ministro dos Transportes e das Comunicações, Francisco Garcés. "A situação está sob controle", acrescentou o ministro, indicando que a intervenção imediata impediu uma tragédia maior.

O ATR-42 atinge 555 km/h, tem capacidade para entre 44 e 50 passageiros e tem autonomia de voo de 1.611 km.

Um porta-voz afirmou à France Presse que a empresa  ATR "está trabalhando em estreita colaboração com a companhia aérea e com as autoridades para compreender as causas do acidente".

A Conviasa é uma companhia aérea estatal venezuelana nascida em 2004 que realiza voos nacionais e também com destino a Teerã, Damasco, Buenos Aires e vários pontos do Caribe.

O último grande acidente aéreo na Venezuela havia ocorrido em 2008, quando um avião da empresa local Santa Barbara com 46 a bordo caiu em uma região montanhosa , matando todos a bordo.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também