MENU

Recurso de Ratko Mladic contra extradição é rejeitado

Recurso de Ratko Mladic contra extradição é rejeitado

Atualizado: Terça-feira, 31 Maio de 2011 as 10:08

                                                                          Juízes sérvios rejeitaram o apelo do acusado de crimes de guerra Ratko Mladic para evitar a extradição e julgamento no Tribunal Penal Internacional, disse um procurador da Alta Corte de Belgrado nesta terça-feira (31).

O ex-chefe militar sérvio-bósnio será extraditado para Haia, na Holanda, "o mais breve possível", idsse o procurador de crimes de guerra, Bruno Vekaric.

O prazo para a extradição depende agora apenas da autorização dos juízes sérvios, o que deve ocorrer rápido, segundo o procurador.

Visita a túmulo da filha

Autoridades já havia aberto o caminho para o que deve ser o último dia do ex-general servo-bósnio ao escoltá-lo para o túmulo de sua filha Ana, em Belgrado. Ela cometeu suicídio em 1994.

Mladic foi preso sob acusações de genocídio durante o cerco de 43 meses a Sarajevo e o massacre de 8 mil muçulmanos em Srebrenica, durante a Guerra da Bósnia entre 1992 e 1995.

Mladic também é acusado de crimes contra a Humanidade por seu suposto papel na guerra da Bósnia (1992-1995). Ele pode ser condenado à prisão perpétua.     O general Ratko Mladic fotografado próximo a bandeira da ONU em 17 de maio de 1993 (Foto: Jerome Delay / AP)          

veja também