MENU

Republicano Marco Rubio, senador eleito da Flórida, é cotado para 2012

Republicano Marco Rubio, senador eleito da Flórida, é cotado para 2012

Atualizado: Quarta-feira, 3 Novembro de 2010 as 1:17

O republicano Marco Rubio, um americano de origem cubana de 39 anos que conquistou um assento no Senado pela Flórida nesta terça-feira (2), se transformou na estrela hispânica do Partido Republicano, e já tem o nome cotado para a disputa para a Casa Branca, daqui a dois anos.

Advogado, nascido em Miami filho de um casal de exilados cubanos, Rubio se transformou na principal esperança hispânica dos republicanos, claramente desfavorecidos nas últimas eleições por este segmento do eleitorado - que, em 2008, foi essencial para o triunfo dos democratas.

Analistas americanos consideram que a urgência de recuperar os eleitores latinos por parte dos republicanos eleva Rubio ao patamar de potencial vice-presidente em uma chapa conservadora em 2012, ao lado de Sarah Palin ou Mitt Romney.

"Muitos vão dizer qual é o significado desta vitória (...), não se trata de ambições pessoais, e sim do futuro" dos Estados Unidos, afirmou o novo senador da Flórida, falando após a divulgação dos resultados.

A vitória "transforma Rubio imediatamente em um possível candidato à indicação como vice-presidente em 2012", considerou Ariel Gonzalez, professor e analista político do Miami Dade College.

O surgimento deste jovem de origem cubana é a realização de um sonho para muitos conservadores, que acreditam ter diante dos olhos um fenômeno comparável a um "Obama da direita".

"Obama não foi senador no Illinois por muito tempo" antes de anunciar que tentaria a presidência, disse à AFP Michael Martínez, especialista em ciência política e estratégias de campanha da Universidade de Miami.

Se Rubio decidir buscar uma indicação de seu partido para a Casa Branca, "daria (aos eleitores) a oportunidade de votar em um latino", destacou Martínez.

No entanto, o especialista indicou que Marco Rubio ainda tem "um longo caminho a percorrer" se quiser emular a experiência de Obama e apostar suas fichas em uma candidatura "étnica", representando a maior minoria do país - e a que mais cresce.

Considerado uma das novas estrelas do movimento ultraconservador Tea Party, Rubio derrotou na briga pelo Senado dois pesos pesados: o independente e atual governador da Flórida, Charlie Crist, e o democrata Kendrick Meek, que contava com o apoio do presidente Obama.

Católico fervoroso, defensor de uma política mão de ferro com Cuba e com a imigração ilegal - mas aberto à ideia de uma reforma migratória nos Estados Unidos -, o novo senador hispânico é apreciado pelos ultraconservadores por suas críticas contra o governo de Barack Obama.

"Eu cresci em uma comunidade de exilados cubanos da qual tenho orgulho de pertencer (...); esta noite o filho dos exilados vai ao Senado dos Estados Unidos", disse Rubio para os 2.000 partidários que festejavam seu triunfo no Hotel Biltmore, oeste de Miami.

veja também