MENU

Rússia alerta Irã que visita de Lula pode ser última chance de negociação

Rússia alerta Irã que visita de Lula pode ser última chance de negociação

Atualizado: Sexta-feira, 14 Maio de 2010 as 9:14

O presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, disse nesta sexta-feira (14) esperar que a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Irã termine em sucesso. Ele alertou que esta pode ser a última chance do Irã para escapar de sanções econômicas que podem ser impostas pela ONU, em virtude de seu programa nuclear.

- Realmente espero que a missão do presidente brasileiro termine em um sucesso. É, talvez, a última chance.

Medvedev fez a declaração durante entrevista coletiva conjunta com Lula, em Moscou. O presidente russo pediu que os líderes iranianos escutem as propostas do chefe de Estado brasileiro.

Depois da escala em Moscou, Lula segue para Teerã, onde vai encontrar o presidente Mahmoud Ahmadinejad.

O Brasil, junto da Turquia, tenta encontrar uma solução diplomática para a crise iraniana. O país persa insiste em desenvolver um programa nuclear, que diz ter fins pacíficos. Estados Unidos, Reino Unido, França e Alemanha desconfiam, no entanto, das intenções de Teerã e querem que a ONU penalize o país com sanções econômicas.

Brasil e Turquia, membros rotativos do Conselho de Segurança, tentam achar uma saída negociada. Os dois países tentam retomar uma proposta inicial da AIEA (Agência Internacional de Energia Atômica), que previa que o Irã ''terceirizasse'' o enriquecimento de urânio, entregando a um terceiro país (provavelmente a Rússia) combustível nuclear a 3,5% de pureza para receber em troca o material a 20%, o grau necessário para o uso nuclear.

EUA, Reino Unido e França, membros permanentes do Conselho de Segurança, dão as negociações por encerradas e querem sanções já. China e Rússia, outros os outros dois permanentes, tentam dar tempo a Brasil e Turquia.

Lula quer diálogo

Lula, por sua parte, prometeu fazer o melhor que puder durante sua visita a Teerã para convencer o governo Ahmadinejad da necessidade do diálogo.

- Farei meu melhor para convencer meus parceiros da necessidade de diálogo.

Talvez o presidente brasileiro tenha a companhia do primeiro-ministro turco em sua visita a Teerã, o que pode aumentar a pressão sobre o Irã para que volte a negociar.

veja também