MENU

Rússia prevê demitir 100 mil funcionários públicos até 2013

Rússia prevê demitir 100 mil funcionários públicos até 2013

Atualizado: Segunda-feira, 20 Setembro de 2010 as 11:28

A Rússia vai demitir mais de 100 mil funcionários públicos até 2013, anunciou nesta segunda-feira (20) o ministro das Finanças, Alexei Kudrin.

"Prevemos suprimir mais de 100 mil empregos públicos em um período de três anos", declarou Kudrin, citado pelas agências russas.

Segundo o ministro, o Estado economizará 43 bilhões de rublos (US$ 1,3 bilhão) com a medida.

No fim de junho, o presidente russo, Dimitri Medvedev, defendeu a redução de 20% do número de funcionários públicos durante os próximos três anos, em um país minado pela corrupção, especialmente em consequência da burocracia. "Nosso objetivo principal não se resume apenas a cortar em 20% o número de funcionários, e sim consiste em melhorar a eficácia do trabalho e dos órgãos do poder estatal", declarou nesta segunda-feira Medvedev, para quem uma redução periódica do funcionalismo público é indispensável. "Todos temos trabalhado no governo, na administração presidencial e sabemos: você reduz, reduz, passam seis meses e você encontra novamente o mesmo número de funcionários", disse Medvedev.

"Por isso é indispensável uma supressão periódica com o objetivo de que o número (de funcionários públicos) não aumente", completou.

O número de funcionários públicos aumentou consideravelmente desde a chegada ao poder de Vladimir Putin no ano 2000, chegando a 1,5 milhão de pessoas.

Esta estrutura pública com tantos funcionários é terreno de uma corrupção endêmica na Rússia, que torna muito difícil a modernização do país prometida por Medvedev, segundo os analistas.

veja também