MENU

Sarkozy diz que está 'muito feliz' com nascimento da filha

Sarkozy diz que está 'muito feliz' com nascimento da filha

Atualizado: Quinta-feira, 20 Outubro de 2011 as 2:03

O presidente francês, Nicolas Sarkozy , disse nesta quinta-feira (20) que ele e a primeira-dama, Carla Bruni, estavam profundamente felizes com sua filha, a primeira confirmação oficial do nascimento, mas acrescentou que deixaria que sua esposa revelasse o nome da criança.

A mídia francesa informou, citando fontes, que o nome da menina seria "Giulia" ou "Julia".

Nicolas Sarkozy deixa clínica em Paris após visitar sua esposa, Carla Bruni, e a filha recém-nascida (Foto: AP) Falando com jornalistas durante uma viagem à cidade de Mayenne, no noroeste da França , após duas visitas-relâmpago para ver a mulher e o bebê, Sarkozy disse que quis manter a chegada de seu primeiro filho com Bruni uma questão privada.

"Todos vocês que são pais podem entender a profunda alegria que Carla e eu sentimos. Todos vocês também podem entender que é uma alegria ainda mais profunda por ser algo particular", disse.

"Tivemos sorte de presenciar um evento tão feliz", disse. "Vou ficar apenas nessas poucas e breves palavras para dizer que elas passam muito bem".

Sarkozy e seu gabinete mantiveram silêncio durante toda a gravidez de Bruni, apesar do enorme interesse despertado pelo primeiro bebê nascido de um presidente francês ainda cumprindo o mandato. Com a discrição Sarkozy tentava reparar uma imagem vista por muitos como muito impetuosa e informal.   Muitos franceses viram com desagrado seu rápido namoro com Bruni, uma ex-top model e cantora, por ter começado logo depois de sua eleição para a presidência, em 2007, e após seu divórcio da segunda mulher, Cecilia.

O gabinete de Sarkozy se recusou a confirmar o nascimento - que a mídia francesa disse ter acontecido na quarta-feira (19), enquanto Sarkozy estava em Frankfurt debatendo possíveis soluções para a crise da zona do euro --, dizendo que não comentava questões da vida privada do presidente.

O pai de Sarkozy, Pal Sarkozy, disse à emissora de televisão francesa BFM que a família estava "emocionada" e que Bruni estava cansada, mas "passando muito bem".

"Estamos emocionados em ter um 14º neto, que é uma garotinha. Todos passam bem. Carla está muito bem, tive notícias dela, ela está um pouco cansada, mas isso é normal", disse Pal Sarkozy à BFM.

Pesquisas de opinião dizem que o nascimento pode dar um impulso a Sarkozy, que luta contra índices de popularidade em torno de 30% seis meses antes da eleição presidencial que o candidato da esquerda, François Hollande, tem mais chances de ganhar.

Mas Sarkozy pode ser criticado por eleitores com valores familiares por ter pulado para dentro de um avião que seguia até Frankfurt enquanto Bruni entrava em trabalho de parto, voltando durante a noite para uma visita breve à mulher e à filha na clínica.

Ele voltou ao hospital na manhã desta quinta, mas ficou menos de uma hora e não parecia trazer flores ou outros presentes.

O ministro da Defesa, Gérard Longuet, disse a um jornal francês que Sarkozy estava "muito feliz" e que isso só poderia ser bom para os conservadores no governo e para o país.

"Um presidente que se sente bem na própria pele, bem em sua mente, bem em sua vida, isso é uma dádiva para nosso país", disse Longuet.

Sarkozy tem três filhos de dois casamentos anteriores e Bruni tem um filho de uma relação anterior.        

veja também