MENU

Sessão acaba em pancadaria na Assembleia Nacional da Venezuela

Sessão acaba em pancadaria na Assembleia Nacional da Venezuela

Atualizado: Sexta-feira, 11 Fevereiro de 2011 as 9:50

As tensões entre os aliados e os adversários do presidente venezuelano, Hugo Chávez, transbordaram na Assembleia Nacional da Venezuela nesta quinta-feira (10), provocando brigas e causando uma luta entre parlamentares rivais.

Vários congressistas, incluindo o político opositor Alfonso Marquina, aproximaram-se da tribuna durante um debate em que altos funcionários do governo respondiam a perguntas dos legisladores.

Marquina reclamou que os turbulentos apoiadores de Chávez dentro da Câmara deveriam fazer silêncio e congressistas irritados começaram a empurrar. Marquina e o deputado pró-Chávez Henry Villanueva partiram para a agressão.

Outros parlamentares, auxiliados por seguranças, separaram a dupla e a confusão acabou depois de apelos à calma. A televisão estatal disse que ninguém havia sido ferido.

Posteriormente, o chanceler Nicolás Maduro responsabilizou os parlamentares da oposição pela violência.

Os principais partidos de oposição na Venezuela boicotaram as eleições parlamentares em 2005, dando o controle total da legislatura ao partido no poder, mas os adversários ganharam terreno nas eleições de setembro, vencendo 67 assentos da Assembléia, de um total de 165. Isso evitou com que os aliados de Chávez obtivessem a maioria de dois terços necessária para aprovar leis.

O resultado disso foi um acúmulo de tensão, com debates acalorados, insultos e ameaças por parte de legisladores.    

veja também