MENU

Sobe para 15 o número de mortes por inundações na Europa central

Sobe para 15 o número de mortes por inundações na Europa central

Atualizado: Segunda-feira, 9 Agosto de 2010 as 2:41

Equipes de resgate tentavam limpar a destruição causada pelas inundações ocorridas na Europa central, incluindo carros danificados, e retirar as vítimas dos locais de risco depois das fortes chuvas que atingiram a região e causaram a morte de pelo menos 15 pessoas durante o fim de semana.

Tempestades que caíram no sábado (7) causaram o transbordamento de rios e fizeram uma represa romper, submergindo cidades na fronteira sudoeste da Polônia e matando ao menos três pessoas, disseram neste domingo (8) autoridades polonesas. Uma mulher se afogou na cidade de Bogatynia no sábado. O corpo de outra mulher e de um membro das equipes de resgate que foi levado pela água após o rompimento de uma represa, no sábado, foram encontrados neste domingo, disse à Reuters um porta-voz do Corpo de Bombeiros.

Danos causados por tempestades e mortes também foram relatados em países vizinhos, como Alemanha, República Tcheca e Lituânia.

"Não tivemos alerta. Em menos de uma hora nossa cidade ficou totalmente inundada até o primeiro andar, muitas casas desabaram e fomos isolados do mundo," disse o prefeito de Bogatynia, Andrzej Grzmielewicz, à emissora de televisão TVN24.

Desde então, o Exército deslocou pesados equipamentos e aeronaves para retirar as vítimas das enchentes e limpar os restos de escombros, incluindo carros danificados, que estão bloqueando as estreitas ruas da cidade.

A ruptura de uma represa em um reservatório próximo a Niedow foi responsável pela velocidade da elevação da água, e mais chuvas podem causar um caos ainda mais grandioso, alertou o ministro do Interior, Jerzy Miller.

Por enquanto, os meteorologistas poloneses não preveem fortes tempestades.

Na Alemanha, autoridades retiraram mais de 1.400 pessoas da cidade de Georlitz, na fronteira com a Polônia. Na República Tcheca, a agência de notícias CTK informou que três pessoas morreram por inundações no norte do país.

Mais membros das equipes de resgate e soldados foram chamados para ajudar na retirada de pessoas das cidades mais afetadas, usando helicópteros para chegar a vilarejos isolados pelos rios que transbordaram.

Desde então, o Exército deslocou pesados equipamentos e aeronaves para retirar as vítimas das enchentes e limpar os restos de escombros, incluindo carros danificados, que estão bloqueando as estreitas ruas da cidade.

A ruptura de uma represa em um reservatório próximo a Niedow foi responsável pela velocidade da elevação da água, e mais chuvas podem causar um caos ainda mais grandioso, alertou o ministro do Interior, Jerzy Miller.

Por enquanto, os meteorologistas poloneses não preveem fortes tempestades.

Na Alemanha, autoridades retiraram mais de 1.400 pessoas da cidade de Georlitz, na fronteira com a Polônia. Na República Tcheca, a agência de notícias CTK informou que três pessoas morreram por inundações no norte do país.

Mais membros das equipes de resgate e soldados foram chamados para ajudar na retirada de pessoas das cidades mais afetadas, usando helicópteros para chegar a vilarejos isolados pelos rios que transbordaram.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também