MENU

Sobe para 89 o número de mortos em protestos contra governo na Guiné

Sobe para 89 o número de mortos em protestos contra governo na Guiné

Atualizado: Segunda-feira, 28 Setembro de 2009 as 12

Pelo menos 89 pessoas morreram nesta segunda-feira, 28 de setembro, em protestos de rua em Conacri, capital da Guiné. A polícia disparou contra manifestantes antigoverno. Segundo testemunhas, vários líderes oposicionistas foram presos e há feridos.

Entre os feridos estão dois ex-primeiros-ministros guineanos: Cellou Dalein Diallo e Sidya Touré, que foram detidos e conduzidos a um quartel militar.

Dezenas de milhares de pessoas tinham se reunido no estádio "28 de Setembro" de Conacri, que se encontra isolado pelas forças de segurança, enquanto os enfrentamentos entre os manifestantes e os soldados se estenderam a vários bairros populares da capital.

Segundo fontes oficiais, os manifestantes ignoraram uma proibição do Ministério de Segurança que, no domingo, anunciou que todos os protestos públicos estariam suspensos no país até 3 de outubro próximo.

A Junta Militar liderada por Camara chegou ao poder em um golpe de Estado em 23 de dezembro de 2008, poucas horas depois da morte do presidente Lansana Conte, que tinha ocupado o poder na Guiné durante 24 anos.

veja também