MENU

Steve Jobs era um 'visionário' e 'grande inovador', diz ministro

Steve Jobs era um 'visionário' e 'grande inovador', diz ministro

Atualizado: Quinta-feira, 6 Outubro de 2011 as 1:30

O ministro de Ciência e Tecnologia, Alozio Mercadante, lamentou nesta quinta-feira (6) a morte do empresário Steven Paul Jobs, fundador da Apple , a maior empresa de capital aberto do mundo.

    Em entrevista às rádios "Estadão" e "Band News", o ministro disse esperar que a Apple consiga superar a perda de Jobs. "Ele era um visionário. Um símbolo de talento, criatividade e um grande inovador. Espero que a Apple consiga superar a perda desse gênio, e não perca o espírito”.

Mercadante disse ainda que o Brasil precisa de pessoas com o talento e a inspiração de Jobs. "Espero que o exemplo dele inspire jovens de todo o mundo. No Brasil, precisamos muito de pessoas talentosas e inovadoras. São elas que impulsionam o processo de desenvolvimento de uma nação”, afirmou o ministro, que cumpre agenda oficial em Roma, na Itália.

Steve Jobs morreu na quarta (5) aos 56 anos vítima de câncer. Além de fundar a Apple, ele foi o criador do estúdio de animação Pixar e pai de produtos como o Macintosh, o iPod, o iPhone e o iPad.

A luta de Jobs contra o câncer desde 2004 o deixou fisicamente debilitado nos anos de maior sucesso comercial da Apple, que escapou da falência no final da década de 90 para se transformar na maior empresa de tecnologia do planeta.          

veja também