MENU

Suposto mentor diz que ataques do extremista em Oslo foram diabólicos

Suposto mentor diz que ataques do extremista em Oslo foram diabólicos

Atualizado: Sexta-feira, 29 Julho de 2011 as 11:37

Foto retirada do documento online '2083 - Uma

declaração de independência europeia' mostra

Anders Behring Breivik usando um uniforme. O fundo

foi modificado (Foto: AP)

  Paul Ray, o britânico mencionado por Anders Behring Breivik como seu mentor, denunciou nesta sexta-feira (29) os ataques violentos do norueguês, os quais classificou de "verdadeiramente diabólicos".

Em uma entrevista ao "The Times", Paul Ray reconhece que pode ter sido a fonte de inspiração de Breivik, mas enfatizou que "o que ele fez é puramente diabólico". "Eu jamais poderia ter feito o que ele fez para realizar meus próprios ideais".

Ray, de 35 anos, militou no movimento ultradireitista English Defence League (EDL). Ele lidera agora o movimento "Knights Templar", inspirado nas ações dos cavaleiros medievais que lutavam contra o Islã, e tem um blog onde responde pelo nome de "Ricado Coração de Leão", e foi mencionado no manifesto de 1.500 páginas que Behring Breivik postou na internet antes de cometer seus atentados.     "Agora estou envolvido como seu mentor", afirmou Paul Ray, que deixou a Grã-Bretanha e viajou para Malta depois de sua prisão por suposta incitação ao ódio racial em seu blog.

Behring Breivik difundiu fotos nas quais aparece usando o uniforme dos Cavaleiros Templários e descreve Ray como seu mentor, a quem teria conhecido pessoalmente em 2008, segundo o jornal "The Times".

O EDL desmentiu qualquer contato oficial com Anders Breivik.        

veja também