MENU

Suspeitos detidos confessaram participação em atentado em Minsk

Suspeitos detidos confessaram participação em atentado em Minsk

Atualizado: Quarta-feira, 13 Abril de 2011 as 4:07

O presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, afirmou nesta quarta-feira (13) que os suspeitos detidos confessaram participação no atentado que provocou 12 mortes na segunda-feira no metrô de Minsk, mas também ordenou interrogatórios de figuras da oposição.

"Os suspeitos confessaram participação não apenas no atentado do metrô, mas também têm sobre suas consciências os atentados cometidos no dia da independência (em 2008 em Minsk) e em Vitebsk (em 2005 no leste do país)", declarou Lukashenko a um canal de televisão.

O chefe Estado também ordenou uma análise de todas as declarações das figuras políticas do país.

Flor é colocada ao lado de retratos de mortos no atentado de Minsk, na entrada da estação de Oktyabrskaya (Foto: Sergei Grits/AP)

"Buscamos cúmplices e instigadores. Estas figuras da suposta quinta coluna poderiam mostrar suas cartas e nos indicar quem é o instigador" disse. Lukashenko já utilizou diversas vezes no passado a expressão "quinta coluna", com a qual designa o suposto "complô" da oposição e dos ocidentais contra ele.

A polícia prendeu dois suspeitos, entre eles o suposto autor do atentado. "Ambos foram interrogados na presença de seus advogados", declarou o promotor-geral adjunto, Andrei Chved.      

veja também