MENU

Terminam ocupação e protestos em parque de Buenos Aires

Terminam ocupação e protestos em parque de Buenos Aires

Atualizado: Quarta-feira, 15 Dezembro de 2010 as 10:49

O chefe de gabinete da do governo da Argentina, Aníbal Fernández, anunciou que a ocupação dos sem-teto no Parque Indoamericano, em Buenos Aires, terminou, segundo informações publicadas nesta quarta-feira, 15, no jornal Clarín .

"Faz poucos minutos que foi retirada a última pessoa do parque", escreveu Fernández em seu perfil no Twitter. O anúncio é feito pouco depois de os governos federal e municipal divulgarem um acordo para financiar conjuntamente um plano de habitação na capital do país para pessoas de baixa renda, em uma tentativa de frear a onda de ocupação de locais públicos e privados que começou há uma semana.

As ocupações tiveram início no Parque Indoamericano, localizado no bairro de Villa Soldati, no sudoeste de Buenos Aires, onde cerca de 5 mil pessoas se juntaram para protestas contra a falta de moradias e as condições precárias de algumas comunidades da capital. As famílias cobravam um plano habitacional do governo.

A polícia controlou a saída dos ocupantes para checar se nenhuma família permaneceu no local. Agentes do governo também farão uma operação de limpeza. Segundo Fernández, a desocupação ocorreu "com paciência, serenidade e responsabilidade".

Em declarações a uma rádio, o chefe de gabinete lembrou que era extremamente necessária a saída dos ocupantes, mas que ao mesmo tempo isso precisaria ocorrer de "maneira pacífica, para incentivar que não devem ocorrer ocupações".

O chefe de gabinete da Prefeitura, Horacio Rodríguez Larreta, também comemorou a desocupação, mas alertou os argentinos e estrangeiros que participaram dos protestos. "Ninguém que participar de ocupações ilegais terá acesso aos programas habitacionais do governo", disse.

No início da ocupação, houve conflitos entre os sem-teto e a polícia. Quatro pessoas morreram - três bolivianos e um paraguaio. Entre os manifestantes havia argentinos, mas principalmente peruanos, bolivianos e paraguaios.

A ação no Parque Indoamericano, porém, desencadeou outras ocupações. Há mais quatro terrenos ocupados em Buenos Aires e outros dois tomados na região metropolitana da capital argentina.    

veja também