MENU

Terremoto no Japão paralisa operações da Epson no país

Terremoto no Japão paralisa operações da Epson no país

Atualizado: Segunda-feira, 14 Março de 2011 as 4:11

A Epson informou por meio de um comunicado nesta segunda-feira (14) que as operações da empresa no Japão foram suspensas por conta do terremoto que atingiu o país na sexta-feira (11).

A unidade localizada em Hachinohe, na província de Aomori, foi atingida pelo Tsunami de aproximadamente um metro de altura e, por isso, não têm previsão de volta. As plantas da Epson em Sakata, na província de Yamagata, tiveram as suas operações suspensas devido à falta de energia.

Já em Minami-Soma, na província de Fukushima, a unidade sofreu danos em suas instalações. A planta, localizada a 16 km da Usina Nuclear de Fukushima, está dentro da zona de evacuação. Ainda não há previsão de retorno da operação, afirma o comunicado.

A unidade em Yuzawa, na província de Akita, sofre com a falta de energia. Segundo a Epson, os danos ao prédio e à produção foram mínimos. A previsão é que os trabalhos sejam retomados nesta segunda-feira (14), quando a energia for restabelecida.

A companhia afirmou que nenhum funcionário registrou qualquer ocorrência.

Apoio às vítimas

Logo após o registro do terremoto na sexta-feira (11), a Epson implementou um comitê de desastres, presidido por Minoru Usui, presidente mundial da empresa, na sua sede em Suwa, Nagano. Nesta segunda-feira (14), a companhia anunciou que doará 100 milhões de ienes para ajudar na assistência às vitimas do terremoto.    

veja também