MENU

Trabalhismo deve vencer por pouco na Austrália, indica pesquisa

Trabalhismo deve vencer por pouco na Austrália, indica pesquisa

Atualizado: Quarta-feira, 18 Agosto de 2010 as 9:58

O governo da primeira-ministra australiana, Julia Gillard, lidera por pequena margem às vésperas das eleições parlamentares de sábado, segundo uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira pela Reuters Poll Trend. A vitória de Gillard abrirá caminho para a imposição de um controverso imposto sobre mineração e um possível sistema de comercialização de carbono.

O pequeno Partido Verde, em vias de se tornar o fiel da balança no Senado, afirmou que procuraria tornar mais pesada a tributação sobre a mineração, se os Trabalhistas vencerem.

A estimativa é que a taxa proposta, de 30% sobre minério de ferro e carvão, resulte na arrecadação de 10,5 bilhões de dólares australianos (US$ 9,5 bilhões) em dois anos, começando em 2012. As gigantes BHP Billiton, Rio Tinto e Xstrata endossaram a medida, que tem a oposição do restante do setor de mineração, essencial para a economia da Austrália.

A posição dos verdes poderia forçar o governo a negociar algumas mudanças.

Uma vitória dos trabalhistas também poderia resultar na adoção de um esquema de comercialização de carbono para combater as mudanças climática a partir de 2012 e garantir a construção de uma rede nacional de banda larga de fibra ótica, no valor de 38 bilhões de dólares.

A oposição Liberal-Nacional é contra às três medidas.

A sondagem da Reuters Poll Trend mostra os Trabalhistas 3 pontos porcentuais à frente da oposição, o que poderia proporcionar a Gillard uma maioria de 4 cadeiras no Parlamento (de 150 assentos). Na última eleição os trabalhistas conquistaram uma maioria de 16 cadeiras.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também