MENU

Três dias após queda de Mubarak, Exército do Egito pede fim de greves

Três dias após queda de Mubarak, Exército do Egito pede fim de greves

Atualizado: Segunda-feira, 14 Fevereiro de 2011 as 1:54

O Exército do Egito pediu nesta segunda-feira (14) a trabalhadores e sindicatos o fim das greves no país, conclamando à "solidariedade nacional".

Em comunicado, os militares pedem que os trabalhadores "cumpram seu papel" em reavivar a ecomonia e criticaram as greves, após vários setores engrossarem protestos por melhores salários.

No 'Comunicado número 5', lido na TV estatal, o porta-voz diz: 'Nobres egípcios percebem que estas greves, neste momento delicado, levam a resultados negativos'"

Três dias antes, o contestado presidente egípcio Hosni Mubarak renunciouk, após 18 dias de crescentes protestos de rua, e transferiu o poder ao Exército, que prometeu uma fase de transição de seis meses ou até as eleições, inicialmente previstas para setembro.      

veja também