MENU

Três supostos extremistas morrem na Mauritânia

Três supostos extremistas morrem na Mauritânia

Atualizado: Quarta-feira, 2 Fevereiro de 2011 as 4

Três supostos terroristas morreram e oito soldados ficaram feridos hoje, após as forças de segurança dispararem em um automóvel carregado com explosivos quando este seguia rumo à capital da Mauritânia, disse um graduado oficial do Exército.

Moradores ouviram uma grande explosão em Nouakchott por volta das 3 horas (hora local) quando o Exército atacou um Toyota Land Cruiser carregado de explosivos no bairro de Ryad, disse um oficial do Exército pedindo anonimato.

A fonte indicou que as forças de segurança seguiam desde a última sexta-feira três caminhonetes esportivas que entraram no país vindas do norte de Mali, pois elas pareciam suspeitas. O oficial afirmou que um suspeito preso pertence à Al-Qaeda no Magreb Islâmico, um grupo do norte da África vinculado à rede terrorista.

A Mauritânia, outrora uma nação pacífica situada junto ao vasto deserto do Saara, atualmente é alvo de intensos ataques por um grupo local pertencente à Al-Qaeda, que se dedica a sequestros de estrangeiros em troca de resgate.    

veja também