MENU

Tropas leais a Kadafi e rebeldes voltam a se enfrentar

Tropas leais a Kadafi e rebeldes voltam a se enfrentar

Atualizado: Sexta-feira, 4 Março de 2011 as 10:37

As tropas leais ao general Muamar Kadafi e os rebeldes mantêm nesta sexta-feira choques armados no porto de Ras Lanuf, a 200 quilômetros da cidade de Sirte, que também informou de combates na localidade de Al Zawiyah, a apenas 92 quilômetros ao sul da capital líbia.     A tensão também é grande na capital à espera da convocação de manifestações e em Benghazi, dominada pelos rebeldes, onde também estão previstos novos protestos.

Em Trípoli, milhares de manifestantes começaram a marchar das mesquitas pedindo pela renúncia de Kadafi. Cerca de mil pessoas deixaram a mesquita de Murad Agha cantando "o povo quer derrubar o regime".

Pelo terceiro dia consecutivo, aviões bombardearam a região petrolífera de Brega, ao leste de Trípoli e sob controle das forças revolucionárias, mas sem provocar vítimas, informaram fontes da cidade à Agência Efe.

Um médico voluntário assegurou que foram registrados vários bombardeios a pedido de Kadafi durante a noite e que o último ataque nesta localidade, a cerca de 200 quilômetros de Benghazi, ocorreu por volta das 8h no horário local (3h de Brasília).

Na localidade próxima de Ajdabiya também se ouviu explosões, mas a fonte não soube informar se faziam parte do ataque aéreo lançado pelos aviões de forças leais a Kadafi.

O médico, que trabalha em Brega, afirmou que os ataques foram dirigidos contra os poços petrolíferos, mas não confirmou se eles foram alcançados.

Na quarta-feira, um ataque das forças fiéis a Kadafi, que tentaram obter o controle do aeroporto de Brega, deixou pelo menos 12 mortos e 28 feridos.

Desde então, a aviação líbia lançou vários ataques com bombas, que até o momento não deixaram mortos ou feridos, segu

ndo fontes médicas consultadas pela Efe. Em 17 de fevereiro teve início uma revolta popular em Benghazi, a segunda maior cidade líbia, que se estendeu por todo o país, e que se impôs no extremo leste e em várias cidades do oeste.

Kadafi ainda mantém o controle sobre Trípoli (noroeste), Sirte (norte) e Sabha (sudoeste).    

veja também