MENU

Tunísia tem novo dia de protestos contra o governo de coalizão

Tunísia tem novo dia de protestos contra o governo de coalizão

Atualizado: Quarta-feira, 19 Janeiro de 2011 as 10:19

Mais de 400 pessoas protestaram na manhã desta quarta-feira (19) no centro de Túnis contra o novo governo de transição da Tunísia, formado na segunda-feira.

"Queremos um novo Parlamento, uma nova Constituição e uma nova República", gritavam os manifestantes, cercados por um grande dispositivo policial.

Nas ruas de Túnis, é possível observar uma forte oposição ao governo de transição formado na segunda-feira por membros da equipe do presidente destituído Zine El Abidine Ben Ali, que ficou 23 anos no poder.

  Um dos slogan dos manifestantes é: "Povo, rebele-se contra os partidários de Ben Ali".

"O ministro de Assuntos Financeiros é um amigo dos Trabelsi", a família da mulher de Ben Ali, dizia um dos cartazes carregados pelos manifestantes.     "Fora RCD (Reunião Democrática Constitucional, partido de Ben Ali)", proclamava outro cartaz.

"Policial, você também é uma vítima, venha participar conosco nesta revolta", gritavam os manifestantes.

Vários protestos contra a presença de membros da equipe do presidente deposto Ben Ali no novo governo tomaram o país.

O novo Poder Executivo foi formado três dias depois da queda do regime de Ben Ali, que na última sexta-feira viu-se obrigado a fugir para o exílio na Arábia Saudita após um mês de rebelião popular, a "Revolução de Jasmim".

Conselho de ministros

O governo de transição vai realizar na quinta-feira o primeiro conselho de ministros, informou à AFP um de seus membros.

Em consequência da instabilidade no país, a agência de classificação financeira Moody's anunciou nesta quarta-feira que rebaixou a nota da dívida soberana da Tunísia.

A Moody's reduziu de Baa2 para Baa3 a nota da dívida soberana do país e mudou a perspectiva de estável para negativa.

Também rebaixou a nota do Banco Central a Baa3 com uma perspectiva negativa.    

veja também