MENU

TV aponta saída de Mubarak mas conselho militar desmente

TV aponta saída de Mubarak mas conselho militar desmente

Atualizado: Domingo, 3 Abril de 2011 as 2:16

O Conselho Supremo das Forças Armadas do Egito negou neste domingo que o ex-presidente Hosni Mubarak tenha saído do país com direção à Alemanha, como chegou a anunciar a rede de televisão "Al Jazeera".

Uma fonte militar, citada pela agência oficial de notícias Mena, negou que Mubarak --proibido de sair do Egito-- tenha ido à Alemanha e disse que as notícias de um canal por satélite não possuem credibilidade.

O ex-presidente egípcio foi submetido há um ano na Alemanha a uma operação de vesícula biliar.

A informação também não foi confirmada por outras fontes militares consultadas pela agência Efe.

Por enquanto, a cúpula militar egípcia que dirige o país desde a renúncia de Mubarak, em fevereiro, não emitiu um comunicado oficial a respeito, embora o desmentido tenha sido publicado tanto pela "Mena" quanto pela televisão estatal.

Depois de sua renúncia, ao final de 18 dias de protestos, Mubarak se retirou para a cidade costeira de Sharm el Sheij, na península do Sinai.

As autoridades egípcias proibiram, no dia 22 de fevereiro, que ele e sua família deixassem do país, e também ordenaram o congelamento de seus depósitos bancários.

Antes do final da revolução, havia rumores que a Alemanha havia se oferecido para acolher o líder egípcio, o que foi posteriormente negado por Berlim.

Assim mesmo, um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores afirmou, no início de fevereiro, que não havia negociações com os hospitais alemães para acolher de novo a Mubarak. O ex-presidente foi internado em março do ano passado na Clínica Universitária de Heidelberg, onde esteve internado por três semanas, quando foi extirpado a vesícula biliar bem como um pólipo do intestino delgado.

veja também