MENU

Venezuela estatiza empresa mexicana de cimento

Venezuela estatiza empresa mexicana de cimento

Atualizado: Quarta-feira, 20 Agosto de 2008 as 12

O governo da Venezuela nacionalizou ontem, dia 19 de agosto, mais uma empresa estrangeira que atua no país. O decreto de expropriação da Cimentos Mexicanos (Cemex) foi assinado por conta do fim de um prazo de 60 dias determinado pelo Decreto de Lei de Ordenação das Empresas Produtoras de Cimento, de acordo com a Agência Bolivariana de Notícias (ABN), que é estatal.

“Desde que se decretou formalmente o processo para a estatização das produtoras de cimento, foram realizadas mais de dez reuniões com os acionários para se chegar a um acordo. A Cemex foi a primeira empresa com que se iniciou o diálogo, mas não sabemos por que razões não se chegou a um acordo”, afirmou hoje o ministro para a Energia e o Petróleo da Venezuela, Rafael Ramírez, justificando a medida de força.

Segundo Ramírez, atualmente o governo venezuelano já tem sob seu controle as principais fábricas que atuam no território nacional. “Estamos garantindo de maneira harmônica a continuidade operacional com o apoio dos atuais trabalhadores da empresa”, disse.

Com a expropriação, o Estado passa a controlar 90% do mercado de produção de cimento. O ministro disse que o governo considera estratégico o controle da produção de cimento e de concreto. Ramírez acrescentou que agora se impõe na empresa uma política de planejar de maneira coordenada a ação com as outras empresas de cimento para garantir o abastecimento de matéria-prima para as ações do governo.

veja também