MENU

Vice do Egito foi alvo de tentativa de assassinato, diz chanceler

Vice do Egito foi alvo de tentativa de assassinato, diz chanceler

Atualizado: Quinta-feira, 24 Fevereiro de 2011 as 11:06

O ministro de Relações Exteriores do Egito, Ahmad Abul Gheit, confirmou nesta quinta-feira (24) uma tentativa de assassinato contra Omar Suleiman, nomeado vice-presidente pouco antes da renúncia de Hosni Mubarak, ocorrida em 28 de janeiro no Cairo.

"O assunto está nas mãos das autoridades judiciais", respondeu o ministro, indagado sobre o tema, durante uma entrevista coletiva com seu par alemão Guido Westerwelle.     "Um dos guarda-costas de Omar Suleiman foi assassinado, e seu motorista ficou gravemente herido", contou. Na quarta-feira, o ministro egípcio declarou à televisão árabe ter visto "o carro de Omar Suleiman que foi alvo dos disparos, no bairro de Heliopolis, atacado por um grupo que circulava a bordo de uma ambulância roubada".

A imprensa já havia informado sobre a tentativa de assassinato contra o comboio do vice-presidente. A secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, chegou a comentar o fato.

Na época, entretanto, as autoridades indicaram que o carro fora atingido por uma bala perdida de um tiroteio "entre elementos criminosos", e que Suleiman não era o alvo.

Suleiman, diretor dos serviços secretos, foi nomeado vice-presidente do país durante a revolta popular que acabou derrubando o presidente Hosni Mubarak, em 11 de fevereiro.    

veja também