MENU

"Volta de Zelaya foi irresponsável", diz embaixador dos Estados Unidos na OEA

"Volta de Zelaya foi irresponsável", diz embaixador dos Estados Unidos na OEA

Atualizado: Segunda-feira, 28 Setembro de 2009 as 12

O embaixador dos Estados Unidos na Organização dos Estados Americanos (OEA), Lewis Amselem, classificou a volta a Honduras do presidente deposto Manuel Zelaya como uma ação ''irresponsável e insensata''. Desde que retornou ao país, há uma semana, Zelaya está abrigado na embaixada brasileira, em Tegucigalpa. As informações são da BBC Brasil.

''O retorno do presidente Zelaya a Honduras sem nenhum acordo é irresponsável e insensato, não servindo nem aos interesses do povo hondurenho nem àqueles que procuram o restabelecimento da ordem democrática em Honduras'', afirmou Amselem durante reunião extraordinária do Conselho Permanente da OEA, convocada para a análise da situação política no país centro-americano.

Apesar das declarações contra a volta do presidente deposto sem que houvesse um acordo prévio, o embaixador americano classificou as ameaças do governo golpista, presidido pelo ex-presidente do Congresso, Roberto Micheletti, à embaixada brasileira como ''deploráveis'' e um ''insulto à comunidade internacional''.

Sem citar nomes, Lewis Amselem afirmou que aqueles que facilitaram a volta de Zelaya a Honduras ''têm uma responsabilidade especial em prevenir a violência e fornecer o bem-estar ao povo hondurenho enquanto ele enfrenta outra crise''.

O embaixador também disse que Zelaya deve deixar de atuar como ''uma estrela de cinema'' para ''se portar como um líder'' e fazer um chamado pela paz.

veja também