MENU

Vtimas de esterelização forçada nos EUA serão indenizadas

Vtimas de esterelização forçada nos EUA serão indenizadas

Atualizado: Terça-feira, 2 Agosto de 2011 as 8:26

Cerca de 2 mil pessoas do estado da Carolina do Norte que foram submetidas a esterelizações forçadas a várias décadas serão indenizadas pelo governo estatal, segundo um relatório publicado na segunda-feira por uma comissão especial investigadora dos procedimentos, mas que não chegou a estabelecer o montante de dinheiro.

As vítimas das esterelizações criticaram o relatório, assinalando que o estado deixou passar muito tempo para tomar uma decisão sobre o assunto.

A Carolina do Norte é um dos aproximadamente doze estados que pediram desculpas às vítimas, mas foi o único que elaborou um plano para indenizar as vítimas.

A comissão especial disse que precisava de mais tempo para estabelecer o montante de dinheiro. Foram sugeridas indenizações entre 20 mil e 50 mil dólares.

Cerca de 7.600 pessoas, em sua maioria mulheres ou meninas, foram esterelizadas sob o programa eugenésico da Carolina do Norte. Diferentemente de muitos outros estados americanos, a Carolina do Norte estendeu a prática após a Segunda Guerra Mundial, apesar de estar relacionada com a Alemanha nazista. Cerca de 70% das esterelizações foram praticadas depois da guerra, principalmente na década de 50. O programa foi suspenso em 1977.

Cerca de 60 mil pessoas foram submetidas a esterelizações nos programas eugenésicos que tinham como objetivo estabelecer uma sociedade melhor, ao esterelizar as pessoas consideradas indesejáveis, desde criminosos até pessoas classificadas como débeis mentais.

veja também