MENU

Zelaya reitera que não voltará à mesa de diálogo

Zelaya reitera que não voltará à mesa de diálogo

Atualizado: Quarta-feira, 11 Novembro de 2009 as 12

O presidente Manuel Zelaya acusa os golpistas de descumprirem o acordo; o presidente golpista Roberto Micheletti insiste em ficar na Presidência de Honduras e o impasse pode prejudicar eleições no fim deste mês

O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, reiterou na terça-feira (10) à noite ao subsecretário de Estado americano, Craig Kelly, que não volta à mesa de diálogo com o governo golpista de Roberto Micheletti.

''É parte do que conversamos com o senhor Kelly e (Hugo) Llorens (embaixador de Washington em Tegucigalpa), que minha posição é não retornar para a mesa de diálogo''.

Kelly se reuniu com as autoridades do governo golpista na Casa Presidencial e depois visitou Zelaya na embaixada do Brasil.

O objetivo do subsecretário era reabrir o diálogo depois que Zelaya declarou "letra morta" o Acordo de Tegucigalpa/San José assinado em 30 de outubro.

Já a assessora do governo de Micheletti, Vilma Morales, afirmou que expressou ao subsecretário Kelly a disposição de cumprir o acordo.

veja também