MENU

Conselho vai abrir sindicância sobre psiquiatra de promotora do DF

Conselho vai abrir sindicância sobre psiquiatra de promotora do DF

Atualizado: Quarta-feira, 27 Abril de 2011 as 2:15

O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) informou nesta quarta-feira (27) que vai abrir sindicância sobre o psiquiatra Luís Altenfelder Siva Filho, que aparece em vídeo apreendido pelo Ministério Público Federal ensinando a promotora de Justiça Deborah Guerner como se portar em um depoimento à Justiça.

Deborah Guerner é suspeita de forjar insanidade mental para não responder processo em que é acusada de corrupção. O médico é visto ensinando-a a transparecer um transtorno mental. A promotora é investigada em pelo menos três processos relacionados ao suposto esquema de corrupção envolvendo membros do Executivo e Legislativo do Distrito Federal, conhecido como mensalão do DEM, o que ela nega.

Outra médica, Carolina de Mello Santos, também aparece citada nas investigações do Ministério Público. Ela teria fornecido laudos falsos para comprovar os supostos distúrbios mentais que a promotora tinha intenção de transparecer. O Cremesp informou que também está abrindo sindicância para apurar a participação da médica no caso.

Segundo a assessoria do conselho, a apuração de sindicâncias dura em média seis meses e pode resultar na abertura de um processo ético profissional, que corre como um processo na justiça, com provas e testemunhas. O processo ético prevê medidas que vão de advertência confidencial até a cassação do registro profissional.

O psiquiatra informou à TV Globo que os advogados dele ainda não tiveram acesso à denúncia e que, somente depois disso, ele irá se manifestar sobre as acusações. Já o advogado de Deborah Guerner informou que ainda não viu as imagens e que, por isso, não pode falar sobre elas.

O G1 tentou entrar em contato com a médica Carolina de Mello, mas não foi atendido.

veja também