MENU

Cresce cinco vezes número de mídias piratas apreendidas no Rio de Janeiro

Cresce cinco vezes número de mídias piratas apreendidas no Rio de Janeiro

Atualizado: Terça-feira, 29 Dezembro de 2009 as 12

A Seop (Secretaria Especial da Ordem Pública), no município do Rio de Janeiro, informou nesta terça-feira (29) que o número de mídias piratas apreendidas em 2009 foi cinco vezes maior do que no ano anterior.

De acordo com dados levantados pela secretaria, foram recolhidas 357.122 mídias piratas (DVDs, CDs) nas ruas da cidade, contra 65.404 em 2008.

O balanço das operações de repressão também aponta o recolhimento de outros produtos vendidos ilegalmente: 27.169 eletrônicos, 117 bicicletas, 710 botijões de gás, 1.275 isopores, 26.917 móveis e 40.149 peças de roupa.

As apreensões fazem parte da operação Choque de Ordem, que abrange ainda outras ações de fiscalização. Com relação ao estacionamento irregular, 743.559 multas foram aplicadas e 25.570 veículos rebocados.

Outro número significativo da operação é o de demolições de construções clandestinas como de 60 prédios (contabilizando 630 unidades domiciliares e 115 comerciais), 28 casas, 248 barracas de comércio ilegal, 138 barracos de alvenaria ou concreto, quatro depósitos, entre outras. As ações de demolição totalizam 1.167 unidades derrubadas.

Operações de acolhimento de população de rua também foram realizadas em vários bairros da cidade e retiraram das vias e praças públicas 7.617 pessoas, entre elas, 2.126 menores, que foram conduzidos para abrigos da Prefeitura.

Com relação às ações para coibir a publicidade irregular, a Seop aplicou 1.737 notificações, 934 autuações e retirou 260 propagandas expostas sem autorização do município.

veja também