MENU

Polícia prende suspeito de abusar sexualmente de 4 meninas em MS

Polícia prende suspeito de abusar sexualmente de 4 meninas em MS

Atualizado: Quinta-feira, 8 Setembro de 2011 as 3:46

Delegado Divino Furtado de Mendonça

(Foto: Tatiane Queiroz/ G1 MS)

  Um técnico de informática, de 34 anos, foi preso na tarde de quarta-feira (7) como suspeito de abusar sexualmente de três adolescentes de 12 anos e uma criança de 10 anos, na Vila Neusa, região norte de Campo Grande. Segundo informações da Polícia Civil, o suspeito é vizinho das vítimas e frequentava as casas dos pais delas.

O delegado Divino Furtado de Mendonça informou que os abusos estariam acontecendo por pelo menos duas vezes ao mês, desde o início do ano, geralmente na casa do suspeito. Os pais das vítimas informaram à polícia que não desconfiaram do crime porque conheciam o vizinho e também frequentavam a casa dele.

O suspeito teria tido conjunção carnal com apenas uma das vítimas, de 12 anos, segundo o delegado. Já a criança de 10 anos relatou à polícia que por diversas vezes teria sido obrigada a dizer palavras obscenas enquanto era gravada por uma webcam.

O suspeito também costumava levar as meninas para tomar sorvete em um estabelecimento comercial que fica localizado no bairro. De acordo com as vítimas, durante o trajeto, ele teria acariciado pernas e partes íntimas delas.

As vítimas relataram ainda que não contaram sobre os abusos porque estaraim sendo ameaçadas pelo suspeito. “Ele dizia que iria matar os pais delas”, informou o delegado.

Denúncia

Segundo Mendonça, a denúncia foi feita na última terça-feira (6). A mãe de uma das vítimas ligou para a escola para falar com a filha e foi informada de que o suspeito havia buscado a menina no local durante o horário das aulas. Desconfiada, a mãe conversou com filha e ela contou sobre os abusos.

Investigações

O caso será investigado pela delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA) e o suspeito poderá ser indiciado pelo crime de estupro de vulnerável.

O técnico de informática foi preso em caráter temporário e deve permanecer detido por 30 dias.

Na casa do suspeito foram apreendidos computadores, pen drives, cartões de memórias, Cds e DVDs. Os materiais serão analisados pela perícia.

Defesa

O suspeito, que foi apresentado pela Polícia Civil, afirmou que conhece as vítimas e os pais.

Ele nega que tenha cometido os abusos sexuais. “Eu não fiz isso”, disse ele à imprensa.          

veja também