MENU

Serra entra com 21 ações contra Dilma por invasão de propaganda

Serra entra com 21 ações contra Dilma por invasão de propaganda

Atualizado: Segunda-feira, 23 Agosto de 2010 as 5

A Coligação "O Brasil Pode Mais", do candidato à Presidência José Serra (PSDB), ajuizou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) 21 ações contra a candidata do PT ao Palácio do Planalto, Dilma Rousseff, entre sábado (21) e esta segunda-feira (23). Serra acusa a adversária de invadir o tempo de propaganda eleitoral gratuita de outros candidatos da coligação.

O PSDB, partido que lidera a coligação de Serra, afirma que Dilma aparece em propagandas de candidatos nos estados falando sobre o que fará, caso seja eleita, o que significaria propaganda em benefício próprio em espaço destinado ao candidato local.

“Nosso objetivo é mostrar o quanto Dilma está sendo privilegiada individualmente com essas propagandas. A quantidade de casos mostra a crença absoluta de que nada vai acontecer”, afirmou o advogado do PSDB, Ricardo Penteado. O advogado do PT, Márcio Luiz Silva, disse que a coligação "Para o Brasil Seguir Mudando", liderada pela legenda, já apresentou defesa na maioria desses processos. Ele negou as acusações de invasão de propaganda.

“Não há invasão. O candidato local quer associar sua imagem à imagem da candidata DIlma. Invasão seria se Dilma entrasse no programa local e pedisse voto para ela. Apenas em uma inserção de São Paulo, o presidente Lula pede votos para Dilma e Mercadante. Mas, nesse caso, as duas candidaturas são majoritárias”, afirmou o advogado do PT.

De acordo com a assessoria do TSE, dos 21 processos, um diz respeito à propaganda em São Paulo, outro a de Minas Gerais, um do Distrito Federal, dois do Paraná e dezessete de Santa Catarina.

Segundo a legislação eleitoral, é vedado aos partidos políticos e às coligações incluir no horário destinado aos candidatos às eleições proporcionais propaganda das candidaturas a eleições majoritárias, ou vice-versa.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também