MENU

Saúde

Estudo aponta que maconha pode matar células de câncer

Maconha medicinal é permitido em várias partes dos EUA

Fonte: Guiame, com informações de O globoAtualizado: sexta-feira, 10 de abril de 2015 18:46
Maconha Medicinal
Maconha Medicinal

Governo dos Estados Unidos começam a demonstrar o reconhecimento oficialmente dos benefícios medicinais da maconha. Isso se deve a uma pesquisa financiada pelo governo, lançando um relatório que afirma que a planta pode matar células cancerosas. 

Conforme informado nesta sexta-feira (10), através do site The Daily Caller, que o Instituto Nacional sobre Abuso de Drogas (NIDA, na sigla em inglês) publicou um relatório que reconhece potenciais benefícios médicos da maconha, algo que o governo dos EUA rejeitou, ao classificar e manter a maconha como uma droga de Classe I, que tem elevado potencial para abuso, assim como a heroína, o LSD e o ecstasy. 

“Estudos recentes em animais mostraram que a maconha pode matar algumas células cancerosas e reduzir o tamanho de outras”, aponta o relatório do NIDA. “Evidências de um estudo realizado em animais sugere que extratos da planta inteira da maconha podem encolher um dos mais graves tipos de tumores cerebrais. Investigação em ratos mostraram que estes extratos, quando utilizados com radiação, aumentaram ainda mais os efeitos”.

Em várias partes dos EUA, o uso da maconha medicinal é permitido e alguns permitem o uso recreativo, mas o governo federal proíbe. O Departamento de Justiça, na última quarta-feira, divulgou um comunicado que afirma que, mesmo não barrando a execução de programas que permitem o uso da maconha medicinal, continuará a procurar usuário de maconha.

 

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições