Gula pode ter fundo emocional

Gula pode ter fundo emocional

Atualizado: Quarta-feira, 4 Julho de 2012 as 9:16

Depressão, tristeza, tédio, solidão, baixa autoestima entre outros podem trazer a sensação de gula nas pessoas, elas acabam tendo vontade de comer mais como uma vávula de escape para possíveis frustrações.

Confira alguns indícios de que a gula pode ser causada por motivos emocionais/psicológicos:

O corpo pede comida imediatamente

É o tipo de fome que não pode esperar. Se houver guloseimas na geladeira, provavelmente não ficarão lá por muito tempo.

A fome que surge do nada

Você está se sentindo bem e, de repente, surge a vontade de comer uma caixa de bombons, por exemplo.

Se alimenta sem sequer notar cor, textura, cheiro, preparação do alimento

Comer é o único foco do momento.

Desejo de comer qualquer coisa que ver pela frente

Se houver um gatilho emocional que leve a comer, provavelmente vai notar um dos extremos.

Leia também:

Evite e combata a sinusite

Perca peso, confira o que é mito

Alimentos que envelhecem a pele

Uma situação desencadeando a gula

Tente lembrar o que aconteceu antes de comer tanto. Provavelmente, vivenciou uma emoção negativa, como frustração, briga ou sentimento de que não é amado.

Mesmo estando satisfeito come mais e tem a capacidade de continuar a saborear iguarias

 Um exemplo comum é ingerir um pote inteiro de sorvete sabendo que uma porção seria o suficiente.

Vem a culpa

Esse é o item mais revelador de todos. Ao saciar a fome natural, a culpa nunca aparece.

 

 

 

Com informações de Terra

 

veja também