Mulheres têm mais chances de apresentarem diabetes

Mulheres têm mais chances de diabetes

Atualizado: Quinta-feira, 10 Maio de 2012 as 9:30

Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde concluiu que, no Brasil, a diabetes é mais frequente nas mulheres do que nos homens. Enquanto nos homens a incidência aumentou de 4,4% (2006) para 5,2% em 2011, a doença atinge 6% do público feminino.

Os números foram divulgados nesta quarta-feira (9), pelo ministro da saúde, Alexandre Padilha, durante o Fórum Pan-Americano de Ação contra as Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT), que ocorre em Brasília.

Foram recolhidos dados dos 26 estados e do distrito federal, o resultado mostrou que quase 6% da população declaram a doença.

Também foi concluído através da pesquisa que a maiorida das pessoas que possuem a doença possuem também pouco estudo: 3,7% dos brasileiros com mais de 12 anos de estudo declaram ser diabéticos, enquanto 7,5% dos que tem até oito anos de escolaridade dizem ter a doença.

Leia também:

Estudo conclui que comer lentamente poderia reduzir o risco de diabetes

Protetor solar poderia favorecer câncer de pele

O presente ideal para a sua mãe

O autorrelato de diabetes também aumenta com a idade da população. A doença atinge 21,6% dos idosos (maiores de 65 anos), índice bem maior do que entre a faixa etária de 18 a 24 anos (0,6%).
A capital com maior percentual de diabéticos foi Fortaleza (7,3%), seguida de Vitória (7,1%) e Porto Alegre (6,3%). Os menores índices estão em Palmas (2,7%), Goiânia (4,1%) e Manaus (4,2%). São Paulo tem 5,9%.

Como se alimentar
Para melhorar a dieta do brasileiro que aumenta o risco de diabetes, o Ministério da Saúde e indústria alimentícia firmaram o compromisso de reduzir o uso de sódio em 16 categorias de alimentos até 2014.

 

 

 

Com informações de Terra

 

veja também